Dia #142 Dúvidas frequentes

Tem muita gente nova chegando por aqui (oi, tudo bem? sejam bem-vindos!) e isso é ótimo porque significa que um projeto criado para fins pessoais e terapêuticos está chegando em outras cabeças e atraindo pessoas com o mesmo objetivo.

O primeiro post dizia que “o blog será meu incentivo e espero também inspirar os amigos a olharem para o guarda-roupa com mais autocrítica”. Eu compartilhei o desafio aqui porque assim esperava me manter na linha. E funcionou! Minhas amigas ficavam de olho e sempre perguntavam “Hmmm, e essa blusa aí? É do desafio ou você anda comprando roupa nova?”

Mas, agora, vejo claramente que blog está saindo do círculo dos meus amigos e ganhando mais terreno por aí. Portanto, é hora de recebê-los adequadamente e preparei uma série de perguntas para ajudá-los a me conhecer melhor e entender o projeto.

Quem é você e o que faz por aqui?
Meu nome é Daniela, sou catarinense e moro no Rio de Janeiro há cinco anos onde trabalho como jornalista. Hoje, sou sócia em uma empresa de comunicação estratégica e conteúdo digital, a Buzina Mídias. Nas horas vagas eu escrevo, leio, passeio por aí e recentemente comecei a correr também – mas eu prometo poupá-los das selfies na academia (ou não).

Por que você criou o desafio?
Eu andava insatisfeita com a quantidade de coisas que acumulei em muitos anos, principalmente roupas. Comecei a desapegar, mas sem que eu percebesse, enchia novamente o armário. Não achava que gastava muito dinheiro porque sempre comprava coisas baratinhas, mas aí é que está a cilada do fast fashion: compramos mais do que o necessário e, no final das contas, gastamos mais do que queremos. Somei meus gastos com roupas durante um ano e quase caí pra trás. Estava decidida a mudar e descobri a metodologia do armário cápsula, que me inspirou a criar o desafio de ficar com apenas 50 roupas do meu armário e passar um ano sem comprar.

O que é armário cápsula?
É uma metodologia que nos ajuda a enxugar o armário e conhecer melhor o nosso estilo pessoal. Você pode fazer o armário cápsula sazonal (a cada três meses) ou anual, que é o meu caso. Primeiro, é necessário analisar bem todas as suas peças. Veja o que você usou mais, o que não usou nunca, o que você nem lembrava que tinha e o que não serve mais. Isso vai ajudá-la a ficar só com as peças que você realmente usa. Escolha um número e fique só com essas peças (normalmente é selecionado por volta de 30 peças para passar uma estação inteira, ou seja, três meses). O restante você guarda em caixas, malas, bem longe da sua vista. Também é uma boa ideia separar roupas para doação e venda. A recomendação para quem vai fazer um armário cápsula é evitar comprar peças novas nesse período. A ideia é que depois do prazo estipulado, você torne o processo de compra mais consciente e controlado. Falei mais sobre o armário cápsula aqui.

Por que 50 peças?
Quando eu comecei a reduzir meu guarda-roupa, queria que tudo coubesse na minha mala. Foi assim que eu defini o número 50. Para chegar aqui, eu desapeguei de 80% das minhas roupas, o que representa uma grande mudança. E estou satisfeita com o resultado. Não acho que é muito e não acho que é pouco. Mas não se prenda ao número. Você pode resolver ficar com 10 ou 100 peças, o importante é reduzir as suas coisas e o seu consumo.

E os sapatos?
Eu reduzi o número de sapatos também, mas eles não estão na conta das roupas. Aliás, o que entra na conta das 50 peças são as roupas da “vida real”. Roupa de praia, íntima, esportiva e acessórios não entram na conta do armário cápsula. Mas se você quiser incluir tudo, por que não?

Qual é a parte difícil?
A parte mais difícil é parar de comprar. Nos primeiros meses eu sentia esse impulso o tempo inteiro. Mudar velhos hábitos não é tão fácil assim. Mas agora isso não acontece mais e tomar essa decisão só simplificou a minha vida. Meu armário está mais organizado, me visto mais rápido, tenho mais ideias de composição e me sinto mais consciente sobre as consequências do consumismo nas nossas vidas (e no planeta).

O que você vai fazer quando acabar o desafio? 
Estou quase na metade do caminho e ainda não pensei sobre isso. Mas tenho certeza que serei uma pessoa bem diferente em julho de 2016.

Acho que é isso. Se você tem mais alguma dúvida, não seja tímido e me pergunte nos comentários. O nosso grupo no Facebook também está cheio de gente boa e bacana que está no mesmo processo de busca pelo consumo consciente. Se quiser se juntar a nós, será muito bem recebido.

Ah! E uma novidade: nesta sexta, dia 11, estarei no programa Encontro com Fátima Bernardes para apresentar o desafio. O programa vai falar de consumo e acho que vai ser bacana conferir (torçam pra eu não pagar mico ao vivo, gente).


Veja outros looks com as peças usadas hoje!
camiseta preta
calça jeans rasgada

Dia #129 Como sobreviver nesta Black Friday

Chegamos naquela época do ano em que é normal pisotear outras mulheres para comprar uma blusinha ou dar um soco no cara ao lado para conseguir a TV em promoção.

A black friday é um tipo de Dia Mundial do Consumo. Como sobreviver à esta sexta-feira da melhor maneira possível é o que vamos tentar descobrir agora.

Em primeiro lugar: enquanto você está lendo este post, há várias abas abertas de promoções, certo? Vamos fechar todas para continuar a conversa.

Há três tipos de compras na black friday:

a) produtos legais que estão muito baratos
b) produtos que você quer e estão muito baratos
c) produtos que você precisa e estão muito baratos

Os produtos legais que estão muito baratos são os que apareceram espontaneamente em newsletters do seu e-mail ou você encontrou fuçando nas suas lojas preferidas. Estes são os primeiros a descartar. Não é tão difícil, vai. Você nem queria eles. Pularam na sua frente sem serem chamados.

Os produtos que você quer e estão muito baratos são os que você procurou diretamente digitando o nome deles em sites de pesquisa de preço etc. No meu caso era um kindle e um tênis de corrida. Estes você deve evitar. Aqui é onde entra a parte “consciente” da expressão “consumo consciente”. É importante se perguntar: “por que você quer?”, “precisa ser agora?”. Se você puder comprar lá na frente ao invés de hoje, prefira comprar lá na frente. Mesmo que hoje ele esteja com 50% de desconto, o seu dinheiro vale mais no bolso hoje do que amanhã. É a chamada liquidez. Comprar porque você quer talvez não seja o melhor negócio, será que você precisa mesmo disso? Neste caso, seria o nosso terceiro tipo de compra.

Os produtos que você precisa e estão muito baratos: se você chegou até aqui na sua reflexão, talvez signifique que a compra valha a pena. Só você sabe do que precisa ou não e se tem que ser agora ou pode ser deixado pra mais tarde. No meu caso, decidi que o kindle e o tênis de corrida ficariam para mais tarde e aproveitei a black friday para comprar uma passagem para ver quem eu amo ❤

Espero que essa reflexão seja útil para vocês. Não é fácil resistir a tantas promoções, mas é possível e é ótimo. May the force be with you!

 


Veja outros looks com as peças usadas hoje!
regata preta
calça jeans rasgada 

Dia #97 Breakfast at Tiffany’s

Fiquei uns dias sem postar nada porque estava bem doentinha e mais parecia uma personagem do Tim Burton. Agora que já me recuperei, me inspirei de leve em outro personagem para começar a semana: dona Holly Golightly.

Boa segunda, gente. Caprichem na semana de vocês :*

IMG_4942

IMG_4943

IMG_4941

Veja outros looks com as peças usadas hoje!
suéter cinza
calça jeans rasgada

Dia #92 Primeiro trimestre: check!

O primeiro trimestre do desafio foi um sucesso! Como toda mudança de hábito, no começo foi mais difícil e depois tudo começa a ficar mais natural e saudável. O pensamento que era recorrente “por que eu não posso comprar isso? WHYYYY GOOOOOD?” se transforma em algo mais parecido com “pra que mesmo eu queria comprar isso?”. Esta é realmente a mudança que eu mais comemoro.

Mas, vamos lá, para o nosso primeiro balanço trimestral:

Pontos positivos:
Parei de querer comprar tudo o que é legal/barato.
Estou interessada em saber mais sobre a qualidade e origem dos produtos.
Passei a me sentir mais bem vestida.
Estou mais próxima de descobrir um estilo pessoal.
As roupas rendem mais combinações diferentes do que eu imaginava.
Armário mais organizado.
Não usei todas as roupas ainda (!)

Pontos negativos:
As roupas não vão durar tanto quanto eu esperava.
Ainda não sinto reflexo financeiro, pois estou pagando parcelas de contas antigas.

Acho que vou botar uma bebida pra gelar e fazer uns drinks comemorativos 🙂

IMG_3999

IMG_4002

Veja outros looks com as peças usadas hoje!
calça jeans rasgada
regata preta listrada

 

Dia #77 Teoria dos 21 dias

Hoje é o dia 77 do desafio e é a primeira vez que começa a me parecer simples não comprar coisas novas. Me lembrei da Teoria dos 21 dias. Ela diz que se você repetir algo por 21 dias consecutivos, isso se tornará um hábito. Claro que existem coisas mais ou menos fáceis de reprogramar. Exemplo: rotina de exercícios, acordar cedo, parar de fumar são mudanças mais complexas que podem exigir mais tempo. Levei 77 dias para desligar o processo de compras do automático e isso foi ótimo.

Me fez lembrar de como o armário cápsula é um bom exercício, pois são 90 dias sem compras. Quando a estação acaba, provavelmente já deu tempo de fazer a arrumação interna necessária. Aqui eu explico melhor como funciona o armário cápsula, caso você ainda não conheça.

IMG_2427

IMG_2426

IMG_2428

IMG_2425

IMG_2429

Veja outros looks com as peças usadas hoje!
calça jeans rasgada
camiseta cinza
jaqueta de couro

Dia #76 Feriado de aniversário

Vocês não acham que o nosso aniversário deveria ser feriado universal? Aniversário não deveria ser dia útil. Todos poderíamos tirar este momento para fazer o que der na telha. Um almoço bem gostoso, uma massagem, uma máscara facial mara. Enquanto esta ideia não chegou ainda na Câmara, vou curtir do meu jeito usando blusa de paetê and sombra prata. Como se o dia inteiro fosse festa!

Este ano, minha mãe perguntou o que eu queria de presente. Resolvi combinar com todo mundo de economizar o dinheirinho para passarmos o fim de semana na minha cidade preferida, Búzios. Vou dizer pra vocês: MELHOR COISA. Foi muito especial. Confirmando totalmente aquele mantra: colecione momentos, não coisas. ❤

IMG_2411

IMG_2410

Veja outros looks com as peças usadas hoje!
moletom com paetê
calça jeans rasgada