Dia #179 Dez tipos de detox (sem suco verde) para fazer em 2016

grudge

Meu texto sobre detox de Whatsapp foi publicado no HuffPost! Cliquem, cliquem, cliquem!

Este texto me inspirou a pensar em outros detox que podemos tentar em 2016 e não envolvem suco verde.

1. Detox de compras por impulso – Aqui nós já estamos craques 😉

2. Detox de lixo – Que tal testar algumas ideias e receitas da Cristal este ano? Ela publica ótimas reflexões sobre os impactos dos nossos hábitos no blog Um ano sem lixo.

3. Detox de comida que faz mal – Todo mundo tem algum alimento que não cai bem e sempre traz arrependimento. Ao invés de entrar numa dieta detox toda verde, pode ser uma boa ideia começar o ano cortando esses velhos conhecidos.

4. Detox de gente chata – Fique perto de quem você gosta e confia. Ponto.

5. Detox de tralha – Aproveite o começo do ano e faça uma faxina geral em casa para se livrar de tudo aquilo que está sobrando. Capricha no som e manda ver!

6. Detox de comparações nas redes sociais – “A Luana tá em Paris tomando champagne e eu aqui, fazendo hora extra”, “Mariana aproveitando a piscina e eu nesse calor dos infernos”, “Minha prima já terminou a segunda pós graduação”… Apenas não caiam nessa. Todo mundo está muito feliz e contente nas redes sociais, mas ainda não conheci ninguém que não tivesse seus dias bons e ruins. Não é saudável ficar se comparando o tempo todo.

7. Detox de sedentarismo – Não desista até descobrir uma atividade que você goste!

8. Detox de competição feminina – O machismo lucra muito nos colocando umas contra as outras. Tenha sororidade e apoie outra mulher sempre que puder.

9. Detox de procrastinação – Faça logo o que você tem que fazer e assim sobra tempo para o que você quer fazer. A matemática é simples: enquanto você enrola, o tempo vai passando e quando você finalmente elimina aquela tarefa não sobrou nenhuma horinha pra você ler aquele livro ou fazer máscara no rosto.

10. Detox da crítica – Somos ótimos em encontrar defeitos nos outros, hein? As pessoas vivem falando mal umas das outras sem nem se dar conta de como isso é negativo. Quando não puder falar nada de bom, fique em silêncio. Quando puder elogiar, não deixe de fazer isso. O mundo fica bem mais bonito.

(ilustração: Karolin Schnoor)

IMG_7435

IMG_7437

Veja outros looks com as peças usadas hoje:
short-saia preto
regata floral

Dia #169 O desafio do esmalte

Costumo pintar as unhas em casa e, mesmo assim, nunca consegui terminar um vidrinho de esmalte. São tantas opções que eles secavam antes de eu conseguir usar até o fim. Sem falar que é quase impossível sair da farmácia sem comprar um vidrinho novo. Pois resolvi acabar com esta bagunça e eleger as 5 cores que eu mais uso (mais um glitterzin, vai) e tentar usá-los até o fim. Quem me acompanha neste primeiro desafio relâmpago de 2016?

IMG_6304

IMG_6305

Os outros esmaltes você pode presentear as amigas ou doar para moradoras de rua (que tal montar aquele kit de higiene/beleza que comentamos aqui?). Outra ideia é levar para o trabalho e fazer uma “caixa coletiva de esmaltes” para todas usarem sempre que quiserem. Já fiz isso e é sucesso garantido!

Reduzir a coleção de esmaltes é um ótimo exercício para começar a sua abordagem minimalista pela casa. Com o tempo, o seu olho vai mirar diretamente nas coisas que acumulamos sem necessidade. Que sentido faz ter uma caixa ou uma gaveta cheia de esmaltes que não usamos?

IMG_7432

IMG_7430

IMG_7433

Veja outros looks com as peças usadas hoje!
short-saia preto
camiseta branca

Dia #164 Cinco metas de consumo para 2016

A Marina, do blog Moddista, me convidou para refletir sobre as minhas resoluções de ano novo e – como eu amo uma lista – não me fiz de rogada e corri pra fazer uma.

1. Ampliar o desafio para outras áreas da casa e da vida. Quando eu decidi reduzir as minhas coisas e parar de comprar, esperava encontrar sofrimento pela frente. Na verdade, só é difícil no começo e toda essa mudança me fez tão bem que agora eu quero adotar a filosofia pra tudo. Já olhei de relance para as gavetas de maquiagem e cosméticos e avisei: “vocês são os próximos”. Estou analisando processos de trabalho que podem ser simplificados para otimizar o meu tempo e revendo várias coisas na casa e na vida. Espero separar um tempo no próximo ano para fazer a limpa em muitas coisas por aqui.

2. Fazer coisas novas. É impressionante como sobra tempo e energia quando você se livra de alguns hábitos ruins na vida. Em 2016, quero aproveitar um pouco desse tempo para investir em projetos pessoais. Estou voltando a desenhar e vou fazer aulas de aquarela. Também quero aprender a nadar e enfrentar o medo de trilhas. Tudo isso para me levar a novos lugares e experiências.

3. Manter o corpo em movimento e a cabeça fresca. Dois mil e quinze foi um ano importante para mim. Nem de longe foi fácil, mas trouxe grandes aprendizados. Descobri a meditação mindfulness, comecei a fazer ioga, virei corredora. São atividades que estão me ajudando a lidar com a ansiedade e melhorando a minha vida. Todas exigem bastante disciplina e, por isso, quero me dedicar especialmente a elas daqui pra frente.

4. Planejar a vida financeira. Depois de seis meses sem comprar, eu finalmente me livrei de parcelinhas antigas e vou começar 2016 preparada para me reorganizar financeiramente. É um bom momento para estabelecer metas a curto e médio prazo e planejar as prioridades com clareza. Em uma época delicada na economia, o planejamento é o nosso melhor aliado.

5. Ir fundo no desafio do consumo consciente. Mudar um hábito não é nada fácil e o poder da cultura do consumo está aí, o tempo todo em todo lugar. Estou atenta e pretendo seguir firme na decisão de ficar até junho sem comprar. Além disso, quero me envolver mais no assunto e estudar alternativas melhores para o meu futuro como consumidora. Quero continuar trocando ideias com quem está chegando em busca do mesmo objetivo e acho que temos muito caminho pela frente ainda. Tenho pra mim que 2016 será um ano de crescimento para todos nós. E que venham dias lindos.

Feliz ano novo, pessoal!

IMG_7768

IMG_7771

IMG_7770

Veja outros looks com as peças usadas hoje:
short-saia preto
regata preta
quimono estampado

Dia #161 Planejando uma mala para 15 dias com 15 peças

Sempre planejei minhas malas para levar o mínimo possível. E a experiência me ensinou que só existe uma maneira de fazer isso: decidindo os looks com antecedência. A maior armadilha de férias é “levar para decidir lá”. A chance de você levar mais do que precisa, nesses casos, é 100%.

A Jojo do blog Um Ano Sem Zara explicou neste post tim tim por tim tim como fez uma mala com 15 peças para passar as férias. Não sei quanto tempo vai durar a viagem dela, mas achei a escolha de peças sensacionais.

Planejei a minha com 12, mas acabei levando 15 porque adicionei uma calça jeans, uma camisa jeans e uma calça de alfaiataria na última hora para o caso de esfriar ou ter uma reunião. O mais importante para ter em mente no momento de escolher as peças é:

  1. O foco é o destino da viagem – Relaxar na praia, eventos sociais, ficar na casa da família, ir pra balada… seus programas pedem tipos diferentes de roupas. Pense nas coisas que você vai fazer e o que usar em cada caso para  não ter que levar roupas desnecessárias.
  2. Leve roupas que combinem entre si – Escolha peças que você goste e que sejam fáceis de usar entre si. De preferência, tire um tempinho para criar os looks antes. Parece exagero, mas o tempo que você vai gastar em casa fazendo isso são horas que você ganha nas férias sem ter que parar para pensar no que vai usar.

A minha mala para 15 dias ficou assim: 4 regatas, 2 camisetas, 2 camisas, 2 vestidos, 2 calças e 1 quimono (além de roupa para praia e para correr). Acho que ainda poderia ser muito menor. Fica como meta para 2016: viajar sem despachar!

FullSizeRender-3

A imagem acima eu fiz no aplicativo Stylebook, que é uma mão na roda para organizar seus looks. Tem uma função só para malas de viagem para você selecionar as peças que pretende levar e montar looks no próprio aplicativo.

IMG_7759

IMG_7758

IMG_7757

Veja outros looks com as peças usadas hoje!
regata marrom listrada
short-saia preto